Buscar
  • bratoxdedetizadora

Urgente! Cresce a infestação e acidentes por escorpiões em SP.

Atualizado: Mar 11

SP tem o maior número de acidentes com escorpião em 30 anos.

O estado de São Paulo registrou, em 2018, o maior número de acidentes com escorpiões nos últimos 30 anos – um total de 30 707 casos, além de 13 mortes. Mais: dados do Centro de Vigilância Epidemiológica mostram que a curva de notificações mantém-se em ascensão desde 2012. Tanto que, nos primeiros dois meses de 2019, 4 025 episódios já haviam sido contabilizados, com dois óbitos. E no primeiro mês de 2020, São Paulo já contabiliza grande infestação de escorpiões em Vila Maria, Zona Norte.

Segundo a secretaria, o crescimento está associado ao aumento de temperatura e chuvas, principalmente durante a primavera e o verão, período de reprodução do animal.

Em São Paulo, o Hospital Vital Brasil, situado dentro do Instituto Butantan, na Zona Oeste, é a referência em casos de acidentes com animais peçonhentos. O atendimento funciona 24 horas.

Quase a totalidade desses acidentes é causada pelas quatro espécies mais conhecidas: escorpião-amarelo (Tityus serrulatus), escorpião-amarelo-do-nordeste ou escorpião-do-nordeste (Tityus stigmurus), escorpião-preto (Tityus bahiensis) e escorpião-grande (Tityus obscurus). Entre e 80% e 90% das picadas registradas no Brasil são das duas primeiras dessas quatro espécies. O escorpião amarelo predominante no Brasil é considerado o 2º mais perigoso do mundo. Conhecido como Deathstalker, o Escorpião Amarelo da Palestina possui o veneno mais mortal dentre todas as espécies de escorpiões.


Biólogos estimam que a infestação de escorpiões pode aumentar 70% em 2 anos já se reproduzem por partenogênese, ou seja, a fêmea gera os filhotes sem precisar se acasalar com o macho. Isso faz com que a velocidade de reprodução deste aracnídeos seja rápida que qualquer outra espécie.

O trabalho das Vigilâncias em Saúde é de orientar a população para o controle de infestação do aracnídeo, já que muitos estudos alertam que este crescimento da população de escorpião é imparável.


Especialistas frisam que os escorpiões estão em áreas onde há alimento para a espécie, ou seja, insetos. A principal presa destes deles é a barata. Recomenda-se a dedetização. No entanto, deve-se utilizar insecticidas não-desalojantes. Inseticidas comuns irritam o animal e, consequentemente, ele sairá do abrigo. Os não-desalojantes não fará o escorpião deixar a tubulação de esgoto, por exemplo. Então, a tendência é que ele morra por ali mesmo. Empresas sérias de controle de pragas já trabalham com esses tipos de produtos. E vale lembrar que não se deve fazer dedetização com os "Zé bombinhas", aqueles que passam de porta em porta oferecendo o serviço de dedetização. Além de não trabalharem com produtos específicos, você pode cair no golpe da dedetização.


Em caso de acidente com animal peçonhento, a Secretaria de Saúde informa que a vítima deve não tentar nada caseiro como pomadas, gelo ou torniquetes e procurar imediatamente a emergência de hospitais ou Unidades de Pronto Atendimento (UPAs).



Veja outras dicas e informações aqui.

_________________________________________________________________________

A BRATOX Trabalha com produtos de dedetização exclusivos, sem cheiro e máxima eficiência contra escorpiões e insetos em geral.

Solicite um orçamento é grátis.

Fone: (11)3895-6728

Whatsapp:(11)97154-1261


82 visualizações
Sobre

 

A BRATOX Dedetizadora e Serviços atua no mercado de  controle a Pragas, desenvolvendo um trabalho técnico competente, que garante a excelência de seus serviços e a satisfação de seus clientes. Faça uma experiência e surpreenda-se.

Conheça nossos serviços

 

Para um orçamento grátis, ligue ou nos envie uma mensagem. Atendimento de excelência com foco em sua satisfação.

© Bratox Dedetizadora e Serviços - Criado por Seon Primeira Página 2014

www.bratoxdedetizadora.com.br